Vestibular
  •  
  • Flickr
  • WhatsApp
  • linkedin
  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube

Centro Universitário Campo Limpo Paulista

 

 

Fique por dentro

fique por dentro - LETRAS E PEDAGOGIA

Campo Limpo Paulista 03/01/2020

Alunos fazem projeto social sobre leitura em comunidades

Trabalho teve diversas etapas, desde a criação do que os alunos iriam apresentar nas comunidades, até a elaboração de um artigo com conclusões e resultados obtidos com o projeto

Trabalho foi idealizado pela professora Jaqueline Massagardi, que orientou os alunos durante todo o semestre

Alunos de Letras e Pedagogia foram desafiados a fazer um trabalho diferenciado durante o semestre: despertar o gosto pela leitura, literatura e artes em locais e contextos de desigualdade social, em escolas de periferia, abrigos, hospitais e outras instituições. A apresentação final resultou no “Sarau Despertar: levando esperança e inclusão social através da contação de histórias”, no Anfiteatro, na noite de sexta-feira, dia 12 de dezembro.

"A relevância do projeto é grande, pois existe um desfavorecimento social nas comunidades brasileiras. Muitas crianças não são apresentadas à leitura e à cultura, e esse é o intuito do projeto, motivar o discente a ultrapassar os limites da sala de aula e estimular os estudantes a entender que a educação está além de ser uma profissão, é como uma missão social", diz a professora Jaqueline.

O desenvolvimento do projeto consistiu na produção do material de arte para aplicar nas comunidades, a busca por instituições que aceitassem receber os alunos, ensaios, elaboração de figurinos e cenários criativos, apresentações nos locais, elaboração de artigos e finalização no Anfiteatro.

Como forma de avaliação, os professores e alunos se organizaram em uma roda para analisar, comentar e interpretar cada atividade dos grupos, que os proporcionou a atribuição de 20 horas de Prática Docente.

Durante o processo, a maioria desenvolveu a capacidade de organizar eventos como saraus literários e oficinas de leitura e arte, e tiveram uma nova visão de mundo com um caráter de cidadania. Coordenadora e criadora do Sarau, Jaqueline Massagardi falou da experiência. “Sem dúvida, o despertar foi muito mais aquele que aconteceu dentro de nós do que aquele que pensamos levar ao próximo.”

Cada grupo selecionou uma comunidade para trabalhar
Tudo foi planejado durante o 2° semestre de 2019
Os professores elogiaram as atividades feitas
O projeto envolveu muita dedicação dos alunos

Texto: Caroline Rodrigues - RA: 28162
Foto: Reprodução