Vestibular
  •  
  • Flickr
  • WhatsApp
  • linkedin
  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube

Centro Universitário Campo Limpo Paulista

 

 

Fique por dentro

fique por dentro - FARMÁCIA

Campo Limpo Paulista 23/09/2019

Projeto Lacre Solidário conquista 1ª cadeira de rodas

A cada 140 garrafas pets de 2 litros cheias de lacres, uma cadeira de rodas é adquirida, e, neste mês, a meta foi atingida; além de ajudar o projeto, os alunos também podem ganhar horas complementares

A ideia surgiu a partir da busca da professora Luciana Bizeto por um projeto que gerasse envolvimento dos alunos e solidariedade

Projeto socioambiental que traz benefícios a todos, a campanha Lacre Solidário é uma parceria entre a Unifaccamp e o Instituito CCR da Autoban. O projeto existe desde 2018 e visa arrecadar lacres de latas para a compra e, na sequência, distribuição de cadeiras de rodas para quem precisa.

A cada 140 garrafas pets de 2 litros cheias de lacres, uma cadeira de rodas é adquirida. E, em setembro, a Unifaccamp conseguiu a primeira. Luciana Bizeto, coordenadora dos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Farmácia, conta como foi o início de tudo. “Eu estava à procura de um projeto diferente. Foi aí que achei a CCR e entrei em contato com eles para implantarmos isso no Centro Universitário."

Além de ajudar o planeta, ao entregar uma garrafa de 500 ml cheia de lacres, os estudantes também recebem 5 horas de atividades complementares. Para garantir as horas, o aluno deve comparecer aos postos com o formulário de Atividades Acadêmicos Científicos Culturais (AACC’s) preenchido, para que os responsáveis pelo recebimento possam assinar o documento, que depois, deverá ser entregue pelo aluno à secretaria.

Os postos de arrecadação são: Farmácia Escola, com a colaboração das farmacêuticas Keila e Melina, e no Prédio 4, com a assistência dos técnicos Rebeka, Poliana, Olin e Josiele.

Segundo Luciana Bizeto, o Centro Universitário tem vários planos para o futuro. “Agora a ideia é criar um banco de cadeiras, para que mais pessoas sejam contempladas, e assim, criar um sistema de uso e devolução. Já estamos preparando a documentação para fazer isso acontecer.”

Coleta de medicamentos vencidos

O programa também foi implantado pela coordenadora Luciana Bizeto em 2008 com o principal objetivo de retirar medicamentos com a data vencida das residências, devido ao risco toxicológico.

Os pontos de coletas também são na Farmácia Escola e no Prédio 4. Após a retirada dos resíduos pela vigilância sanitária, eles são encaminhados para incineração e descarte correto.

Texto: Caroline Rodrigues - RA: 28162
Foto: Reprodução