Vestibular
  •  
  • Flickr
  • WhatsApp
  • linkedin
  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube

 

 

Vestibulares - Inscrições

Fique por dentro

fique por dentro - HISTÓRIA

Campo Limpo Paulista 06/08/2019

Estudantes fazem passeio histórico por Minas Gerais

Viagem dos alunos de História proporcionou conhecer a Casa do Conto, Museu da Inconfidência Mineira e também a visitação de obras de artistas como Aleijadinho e o Mestre Ataíde

A viagem proporcionou muito capital cultural aos alunos que estudavam sobre a história desses lugares na sala de aula

Em um tour pelas cidades históricas de Minas Gerais, os estudantes de História fizeram um roteiro de viagem que agregou muito conhecimento e passou por Ouro Preto, Mariana, Tiradentes e Congonhas do Campo. A visita, que ocorreu entre 5 e 9 de julho, teve o acompanhamento da coordenadora Ellen Rozante e da professora Paula Maria.

As visitas técnicas são partes fundamentais no processo de formação de um universitário, afirma a coordenadora do curso. “Isso possibilita a integração entre as aulas teóricas e a vivência com os conteúdos estudados. Passear pelas ruas históricas destas cidades abriu vários campos de discussão entre os alunos.”

Alguns conteúdos estudados e vistos pessoalmente foram o ciclo do ouro no Brasil, a escravidão, a inconfidência mineira, a conservação do patrimônio histórico nacional, entre outros. Nos locais, os alunos puderam visitar as minas de ouro, senzalas, a Casa do Conto, as igrejas do período, o Museu da Inconfidência, onde estão os restos mortais de vários inconfidentes, inúmeras obras do barroco, incluindo de Aleijadinho e pinturas do Mestre Ataíde, assim como os elementos das cidades de Ouro Preto e Tiradentes que são como museus “a céu aberto”.

Com uma diferente visão de mundo, os participantes saíram de suas zonas de conforto de livros e cadeiras, e se colocaram em contato direto com uma infinidade de experiências que farão conexões com toda a vida profissional dos futuros professores.

“Quanto maiores forem as experiências dos alunos, mais capital cultural será acumulado e levado para toda a vida. ”, explica Ellen, dando destaque de que esse capital é fundamental para a formação do docente e para sua prática em sala de aula.

Igrejas, obras de arte e senzalas fizeram parte da visita
Um tour por elementos históricos das cidades foi feito

Texto: Caroline Rodrigues - RA: 28162
Foto: Reprodução